21 de ago. de 2020

Tiago 3:8-10...📖


A língua, porém, ninguém consegue domar. É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero. Com a língua bendizemos o Senhor e Pai e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim! Tiago 3:8-10

Ficamos muito tristes quando alguém, um conhecido ou familiar por exemplo, fala mal contra nós... Não é mesmo? É horrível ser vítima de fofoca, principalmente de alguém próximo. Mas, e quando somos nós a fazê-lo? Aí, buscamos alguma justificativa... Mas lá no íntimo você e eu sabemos que nós também falamos (e pensamos) mal dos outros.

Para algumas pessoas isso já se tornou num hábito terrível, e quando dão por si, estão maldizendo alguém. Além disso, é um mal pouco notável que passa a corroer relacionamentos e amizades, chegando a destruir muitos deles. Tudo isso por causa da nossa língua tão cheia de veneno malicioso! Precisamos que Deus nos controle e ajude a pôr de lado essa prática tão ruim, corrigindo urgentemente esse mal em nós.

UTILIZE ANTÍDOTO E REMÉDIO CONTRA O VENENO:
  • Ore a Deus e peça perdão se você tem a mania de falar mal dos outros.
  • Considere o quanto a Bíblia desaprova esse mau costume e decida (com a ajuda de Jesus) não maldizer mais ninguém.
  • Em vez de constatar (e repassar) algo de ruim que alguém fez, ORE pela pessoa.
  • Caso tenha que advertir alguém, procure falar diretamente com a pessoa e não a terceiros, que nada poderão contribuir para a situação.
  • Evite grupos ou pessoas que costumam falar mal dos outros. Não lhes dê ouvidos. Não seja influenciado pelo mal mas tente incentivar com a atitude correta.
  • Busque desenvolver o domínio próprio, bondade e mansidão que são fruto do Espírito Santo.
  • Leia a Bíblia. Em diversas passagens você descobrirá como viver de modo agradável a Deus.
Oremos: Senhor Deus, perdoa quando falo mal de outras pessoas. Eu sei que não tenho esse direito. E fico triste quando fazem o mesmo comigo. Ensina-me a bendizer e não maldizer; a edificar e não destruir; a sarar e não envenenar ninguém. Que eu possa orar pelos outros e por seus problemas em vez de criticar e condenar. Ajuda-me e controla a minha boca e não dar ouvidos à fofoca, em nome de Jesus. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário