21 de jan. de 2021

1 João 4:18

No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor. - 


Amor, uma palavra que está na boca de muitos e no coração de poucos. Vivemos num mundo frio e violento - tanto em atos como em palavras - onde o amor parece ter esfriado. Este ambiente sombrio gera medo, depressão e desencanto com a vida.

Mas quando levantamos os nossos olhos para ver o verdadeiro amor - não o amor que é dito nos filmes - mas o amor que supera o medo, o amor que supera a morte, toda a opressão deste mundo não é suficiente para nos abalar. O amor derramado por Deus através do seu filho Jesus é capaz de vencer o medo e o castigo. Devemos nos alimentar deste amor e espalhá-lo. Este amor a lei não é capaz de proibir e ninguém é capaz de nos roubar.

Devemos nos aperfeiçoar neste amor, sim, este amor é prático. Da mesma forma que somos alimentados por este amor, devemos compartilhar com os que necessitam. Neste mundo frio e sem sabor, o amor de Deus é o sal e calor que todo o mundo precisa. Cabe a nós - sal da terra - espalhar este amor e aquecer o mundo! Não tenha medo de falar deste amor, pois este amor expulsa o medo. O amor daquele que nos amou antes de tudo, Jesus!

Afastando o medo com amor:
  • Antes de tudo devemos ter consciência deste amor que salvou o mundo: Jesus. Leia o evangelho e mergulhe neste amor.
  • O relacionamento é o mecanismo que nos rega com este amor. Nosso Deus é vivo e podemos nos relacionar com Ele através da oração.
  • Pratique este amor! Não tenha medo de orar pelos enfermos e nem de fazer o bem a quem te faz mal. O amor suporta e vence tudo. Quando colocamos em prática o amor de Deus maravilhas acontecem.
Oremos:
Senhor Jesus, quero mergulhar no seu amor! Tira do meu coração todo medo de fazer a Tua vontade. Quero ser uma árvore que dá frutos. Quero ser alimentado pelo Teu amor. Em nome de Jesus, amém!

Qualquer dúvida, entre em contato conosco: 
► Pr.Devitto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário